Voice professionals

(Português) A voz do coração

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

If you want to use the photo it would also be good to check with the artist beforehand in case it is subject to copyright. Best wishes. Aaren Reggis Sela

Quero entrar para o mundo maravilhoso da voz.
Canto, locução, textos criativos, dublagens, voz caricata… Simplesmente amo.
Preciso aperfeiçoar isso por meio de cursos, ensaios, técnicas, treinos… Posso contar com vocês?
Sou ousada, quando quero muito alguma coisa. Acreditando que, posso não receber a resposta que desejo, mas estarei transmitindo para vocês e para o universo, meu mais puro e verdadeiro desejo! Gratidão

Hou la la! Cela pourrait être l’un des blogs les plus utiles que nous ayons jamais vu sur ce sujet. En fait magnifique. Je suis également spécialiste de ce sujet afin que je puisse comprendre vos efforts. Elsbeth Christophe Jaquenetta

Hallo mein Freund! Ich möchte sagen, dass dieser Artikel großartig ist, schön geschrieben und fast alle wichtigen Infos enthält. Ich würde gerne mehr Beiträge wie diesen sehen. Celestia Nels Ogdon

Olá, Magda! Nosso convidado expressa em seu texto, suas reflexões e indagações pessoais sobre a voz. Nós, como “atores da voz” que somos quando fazemos uma locução, tanto para publicidade quanto para institucionais, consideramos que iremos assumir os valores e características de um produto ou marca, através da voz. Assim como atores que defendem e interpretam seus personagens, sejam eles bons ou vilões, damos voz a projetos com os quais algumas vezes não encontramos uma conexão direta. Aí está também o nosso trabalho: buscar as emoções adequadas e através da voz dar uma dimensão crível ao texto. Lembrando sempre que podemos declinar de trabalhos que são diametralmente opostos a nossos valores pessoais.

Olá, boa noite. Desejo expressar que gosto, concordo e acredito muito nessa existência da voz do coração. Mas, como iniciante no universo profissional da voz, me pergunto e pergunto a vocês com uma caminhada mais vasta: como fazer quando a voz do coração não me conecta com o projeto que surgir pra trabalhar? Ainda, há como agir, deixar sobressair uma voz racional? Consigo, um equilíbrio entre essas “vozes”? Divagações…, sim “viagens”, incríveis do nosso existir. Att, obrigada, por serem uma referência na caminhada de outros como eu.