Clube da Voz
 
     
     
home / blog
 Tag ‘Beto Hora’
19/04/2011  ·  Categoria: Homenagem

Na continuição de nossas homenagens na semana da voz, nos rendemos ao riso com estes grandes talentos.

Programa: PRK-30, rádio com humor – Este foi, sem dúvida, o maior programa de rádio de todos os tempos no Brasil. Dois dos maiores humoristas brasileiros, Lauro Borges e Castro Barbosa estavam à frente desse programa de humor, que estreou na rádio Mayrink Veiga, no Rio de Janeiro, em 19 de outubro de 1944. PRK-30 era o prefixo de uma suposta rádio pirata, onde dois speakers, Megatério Nababo D’alicerce (Castro Barbosa) e Otelo Trigueiro (Lauro Borges), apresentavam notícias de impagáveis correspondentes internacionais, cantores, declamadores, todos protagonizados pelos dois humoristas. O programa humorístico PRK-30 está para o rádio como o Barão de Itararé, o grande humorista, está para o jornal escrito. Se até hoje os livros de humor do Barão são lidos com total prazer, as poucas gravações existentes permitem que possamos acompanhar, com a mesma satisfação, Lauro Borges e Castro Barbosa à frente do programa de rádio que permaneceu no ar de 1944 a 1964, sendo que em 1947, no auge da Rádio Nacional do Rio de Janeiro, conseguiu 52,5% da audiência em novembro e fechou o ano com 50,1%. PRK-30, que segundo os apresentadores, era um programa “só para homens, mulheres e crianças de ambos os sexos”, era escrito por Lauro Borges e apresentado por ele e Castro Barbosa, sendo que apenas os dois faziam todas as vozes de todos os personagens, coisa que boa parte do público não acreditava que fosse possível. Fontes: Cantinho da Saudade e Nicola Lauletta

Nos anos 70, Estevan Bourroul Sangirardi criou um programa que misturava humor e futebol. Esse programa foi um grande celeiro de talentos que viriam a fazer grande sucesso no rádio e na TV nos anos seguintes. Com esquetes apresentando personagens inspirados no cotidiano, Sangirardi e sua equipe alegravam os ouvintes com personagens como o Comendador Strufaldi, Comendador Fumagale, Noninha, Lorde Didu du Morumbi, Waldemar Fiume, Joca, Pai Jaú, Nega, Bode Baltazar, Beicinho e Zé Trombada (freqüentadores do bar Babulina), Zezé, Vandeca e Cacá. Entre os humoristas que participavam do programa estavam Douglas Rasputin, Nelson Tatá Alexandre, Serginho Leite, Escova, Odayr Baptista, Ciro Jatene e Chiquinho Ferrão entre outros, além da participação de Fausto Silva nos anos 80. Antes de ficar famoso com o Show de Rádio, Sangirardi teve vários programas de rádio, entre eles o Riso Futebol Clube (Rádio Bandeirantes), que serviu como embrião. O programa foi transmitido pelas rádios Bandeirantes e Jovem Pan, entre as décadas de 70 e 80. Fonte: Show de Rádio

Nelson “Tatá” Alexandre, junto com outros tantos grandes talentos, teve também passagem de enorme sucesso no Show de Rádio, berço dos maiores imitadores e humoristas do rádio brasileiro, sem dúvida nenhuma. Tatá, impagável em suas imitações e criação de personagens hilários. Uma fase bem interessante dele foi quando se apresentava no Perdidos na Noite, programa que lançou Faustão para o sucesso. Ele fazia as pessoas passarem mal de tanto rir. Passou por várias emissoras paulistanas de rádio e televisão, gravou comerciais e foi um dos grandes profissionais de voz deste país, merecendo muito mais do que essa simples homenagem que fazemos a ele e outros que contribuíram com seu talento para o enriquecimento do nosso rádio. Infelizmente um aneurisma cerebral o afastou de suas atividades, mas ele continua fazendo suas graças, para a felicidade de seus amigos e familiares. O arquivo, postado aqui, é um registro de reportagem de Goulart de Andrade do programa “Balancê” da extinta rádio Excelsior.

Serginho Leite, como ficou conhecido, fez carreira no rádio e ficou famoso por suas paródias a celebridades como Pelé, Maguila e Paulinho da Viola. Ele começou a carreira em 1978 na Rádio Jovem Pan, fazendo imitações no programa “Show de Rádio”. No rádio, trabalhou ainda na Cidade FM (81), Jovem Pan II (81- 85) e na Globo FM (85- 87). Depois, partiu para o teatro e para a TV, onde, além de quadros humorísticos em vários programas, trabalhou ainda no “Domingão do Faustão”, entre 1998 e 2000. Serginho Leite também era dono de vozes de famosas de comerciais de TV como o Tigre Tony (Kellogs) e o Bond Boca (Cepacol). O humorista Sérgio de Souza Leite morreu, aos 55 anos, dia 12 de abri, em decorrência de um infarto. Fonte: O Globo

Ciro Jatene é sócio fundador do Clube da Voz. Começou sua carreira, em 1980, no Show de Rádio, onde criou inúmeros personagens caricatos e as clássicas imitações de Silvio Santos, Pelé, Clodovil, políticos famosos e muitos outros. Paralelo a isso, atuou como dublador, apresentador de eventos e shows de humor no país inteiro. Na TV, foi o locutor do TV Pirata e do Casseta & Planeta por dois anos.
Em novelas de época da Rede Globo, fez vozes reconstituindo personagens históricos como no caso da voz do Repórter Esso, Getúlio Vargas e outros. Como ator, emprestou sua imagem para um personagem do quadro Show do Gama no programa Chico Total, também na Rede Globo, em 1997. Ciro Jatene é considerado, por muitos, o melhor imitador do Brasil.

Escova, Carlos Roberto Escova. Mais um dos grandes humoristas do rádio que em parceria com Tatá Alexandre, fazia rir muito com suas imitações e personagens no Perdidos na Noite apresentado pelo Faustão, antes da Globo. Escova atuou em várias emissoras em São Paulo. No “criadouro” Show de Rádio do Sangirardi, na Pan, no Balancê do Osmar Santos, na Rádio Globo, enfim, Escova faz parte de uma escola dos melhores humoristas do rádio de que se tem história. Dizem que ele continua fazendo rir, em uma emissora do interior de São Paulo. Aqui, para que se relembre o humor dele, um trecho da entrevista dada ao Programa Papo e Repapo da TV Gazeta, imitando o impagável Janio Quadros. Fontes: TV Gazeta e Milton Neves.

Odayr Baptista nasceu em Poços de Caldas, em 06 de outubro de 1935, apesar de ter sido registrado somente em 20 de março de 1936 (até isso com ele, é engraçado). Em 1956 começou no rádio, como locutor da Rádio Cultura de Poços de Caldas, onde apresentava programas musicais, noticiário, fazia reportagens, entrevistas e tudo o que um locutor pudesse fazer dentro de uma rádio. Em 1958, conheceu Sebastião Leporace, que o recomendou, através de uma carta de apresentação, ao seu irmão o grande Vicente Leporace que o apresentou também ao grande Blota Jr que o indicou para um teste na Rádio Record. Foi aprovado para locutor noticiarista. Se fossemos aqui contar tudo do Odayr não terminaríamos nunca. Mas não podemos passar batido pela Rádio Camanducaia, criação do Odayr colocada no ar no Show de Rádio da Jovem Pan nos anos 1970. Muito premiado, Odayr Baptista e sua Rádio Camanducaia fazem sucesso até hoje. Odayr também fez e faz sucesso ainda, gravando comerciais para o Brasil todo. É integrante do Clube da Voz.

Beto Hora mudou-se de São Paulo para Itanhaém com 18 anos de idade, onde trabalhou com material de construção. Após concluir a faculdade em Santos, retornou, conheceu o radialista Rui Monteiro, que o convidou para fazer teste na rádio Jovem Pan. Um ano depois, Beto Hora trocou a Jovem Pan pela rádio Metropolitana, onde também ficou durante um ano. Em 1999, criou o programa Na Geral, juntamente com Lélio Teixeira e José Paulo da Glória, inicialmente transmitido pela Rádio Brasil 2000 FM e posteriormente na Rádio Bandeirantes. No programa, Beto Hora faz  imitações de diversas personalidades, como Roberto Avallone, Maria Bethânia, Pelé,  Cid Moreira, Clodovil, entre outros e mais alguns personagens engraçados criados por ele. Mesmo que não se goste de futebol, tema central do programa, vale a pena ouvi-lo. É diversão certa.

 
     
Home
Vozes
O Clube da Voz
Como se Associar
Download
Contato
ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE VOZ EM PUBLICIDADE DE SÃO PAULO

Av. Sabiá, 641 - Moema
São Paulo - SP - Cep: 04515-001
Fone: +55 (11) 5051-5882
E-mail: clubedavoz@clubedavoz.com.br
Clube da Voz